Categories
Blog

Olá, mundo!

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

One reply on “Olá, mundo!”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO INTERNACIONAL

O planejamento previdenciário envolve a análise criteriosa da situação previdenciária do segurado, a fim de que seja previsto o cenário ideal de aposentadoria, proporcionando a melhor hipótese de benefício sob a ótica do pré e pós reforma da previdência brasileira, relacionado à realidade e interesses do cliente que reside no exterior.

Aponta através de relatórios de tempo de contribuição e da estimativa da renda do benefício, o enquadramento nas regras antigas, de transição (pontos, pedágio, idade mínima e outras), e também atende às dúvidas a respeito do salário de contribuição e recolhimentos futuros, especificamente para o segurado que resida fora do país.

Enumera os ajustes e erros constantes no extrato previdenciário (CNIS) que merecem reparo, apresentando alternativas para solucioná- los.

Em suma, o planejamento previdenciário é um investimento
pessoal, sobretudo familiar.

O serviço de planejamento acompanha relatórios, cálculos e simulações, além do parecer jurídico.

1. ESPECIFICIDADES DO CASO CONCRETO

De modo prático, explica-se que no caso concreto, serão feitas as
seguintes análises:

a) Cenário antes da reforma previdenciária, a fim de se apurar se existe direito adquirido às regras antigas;
b) Cenário após a reforma previdenciária, a fim de se demonstrar qual regra de transição mais próxima e mais benéfica a ser conquistada (regra dos pontos, pedágio, idade mínima) pelo (a) segurado (a), bem como a data exata e ideal que permite a concessão do benefício com maior proveito econômico;
c) Conciliação e comparativo entre as alterações salariais anotadas nas carteiras profissionais e o extrato previdenciário CNIS, a fim de verificar se todos os lançamentos foram repassados;
d) Projeções e Cálculos com valores de contribuição na base do salário mínimo, média e teto, tendo em vista a possibilidade de eventual desligamento empregatício, do salário atual, a fim de realizarmos o comparativo dos cenários e o custo-benefício, se observado o retorno X investimento com contribuições mensais, trimestrais e semestrais.

DO PLANEJAMENTO PARA RESIDENTES FORA DO PAÍS

A primeira verificação que deve ser feita, é acerca da existência ou não de Acordo Previdenciário Internacional entre os países em que o segurado laborou.

Nesse caso, a pessoa poderá ter direito a usufruir dos benefícios de ser segurado em ambos os países, ou seja, considerando o INSS, terá direito à:
1. Aposentadoria
2. Pensão por morte previdenciária
3. Benefício por incapacidade temporária ou permanente em caso de doença ou invalidez total
Assim, além do brasileiro poder alcançar a aposentadoria no Brasil, poderá ter a aposentadoria do outro país também, considerando as possibilidades elencadas a seguir:
* Aposentadoria pelas regras do INSS no Brasil;
* Aposentadoria pelas regras do país que reside no Exterior;
* Aposentadoria proporcional nos dois países (no Brasil e no país de residência), utilizando os Acordos Internacionais de Previdência.

Se você mantiver a qualidade de segurado nos dois países, em caso de doença ou morte, existe a possibilidade de acumulação dos benefícios, e por essa razão, é tão importante investir no planejamento previdenciário internacional.

Fale agora conosco!